Trash to Trend











Este trio de Los Angeles, liderado por Sarah Hudson, revoluciona o que temos de música eletrônica por aí.

A banda de club pop vai muito além do pop, com batidas eletrônicas fortes, pesadas, guitarras ritmadas e letras elaboradas (coisa rara na músicas eletrônica). É música para dançar, feito louco, a noite inteira.

Em 2008, eles lançaram o álbum O.C.D. (Obsessive Compulsive Dancing), independente. Logo, conseguiram o patrocínio da Adidas Originals, que disponibilizou o CD para download gratuito (como verão no ZIP que disponibilizo, todas as faixas possuem uma apresentação da banda, música e agradecimento à Adidas), o que resultou em mais de 135 mil downloads.

Destaco, neste álbum algumas faixas. “Brainwashed”, que critica a mídia e a sociedade de forma engraçada, “The thrill can kill”, sobre a necessidade e as consequências de se aproveitar a vida de qualquer maneira, e “O.C.D.”, que te faz dançar compulsivamente como sugere.

Mas a melhor música é a faixa de trabalho, “Gimme my electro”, que pode conferir abaixo:

Atualmente, o Ultraviolet Sound está finalizando seu novo disco, com lamçamento previsto para este ano.

Download do Álbum “O.C.D.

Site Oficial

Anúncios


{22/02/2010}   Kerli – Love is Dead

Esta loira de 22 anos, nascida na Estônia e que mora em Los Angeles, não é uma cantora nova, porém promete cada vez mais.

Seu primeiro disco, Love is Dead, mostra muito da personalidade da cantora. Misturando o rock com o eletrônico, o disco possui baladas lindas, músicas pesadas e dançantes, e um clima sombrio característico.

Este clima está nas músicas, nas letras, no site. Até pelo que ela fala em usa biografia, Kerli parece ser uma pessoa que se sente deslocada, que não pertence bem na sociedade “normal”. E como a maioria dos artistas, isso dá ótimas músicas!

As músicas de Kerli já fazem parte da trilha sonora de jogos (“Burnout Paradise” e “Quantum of Solace”),  filmes (“O Justiceiro: Zona de Guerra”) e atualmente teve uma música encerrando um episódio da nova série “Drop Dead Diva”.

Outro destaque para a artista é a excentricidade de suas roupas. Aliás, isso está bem na moda. Me lembra bastante o que a Gwen Stefani usa.

Os modelitos são feitos por ela mesma, que já declarou que pretende ter uma grife de roupas e acessórios. Vai fazer sucesso também, tenho certeza!

Um dos primeiros clipes de trabalho do álbum Love is Dead foi “Walking on Air”. Vale muito a pena ver e perceber a sutileza das metáforas, da encoberta das emoções, do fingir ser.

Kerli está trabalhando atualmente no segundo disco, ainda sem nome, e já apresentou algumas músicas inéditas em shows. É esperar para ver!

Download do Álbum Love is Dead

Site Oficial



et cetera